GP da Áustria: Hamilton vence após toque com Rosberg na última volta

Polémica com pilotos da Mercedes

A carregar o vídeo ...
Hamilton ultrapassa Rosberg para a vitória com muita polémica à mistura

Final de corrida polémico. Lewis Hamilton venceu este domingo o GP da Áustria, na última volta. O piloto britânico da Mercedes e o companheiro de equipa Nico Rosberg envolveram-se num despique, que terminou com Hamilton a conquistar o primeiro lugar do pódio e a atirar o alemão para o quarto lugar.

Max Verstappen, da Red Bull, foi o segundo, enquanto Kimi Raikkonen (Ferrari) terminou no terceiro lugar.

Uma ultrapassagem ousada na última volta do GP da Áustria lançou o britânico para a vitória na nona prova do Mundial de Fórmula 1. Hamilton conseguiu ultrapassar Rosberg à entrada para a derradeira das 71 voltas ao circuito Red Bull Ring, em Spielberg, mas o líder do Mundial defendeu-se de forma aguerrida na travagem para a curva seguinte, obrigando o britânico a sair momentaneamente da pista.

No regresso à trajetória, o bicampeão mundial em exercício e o colega de equipa tocaram-se, tendo Rosberg ficado com a 'asa' dianteira danificada, acabando por ser ultrapassado pelo holandês Max Verstappen (Red Bull) e pelo finlandês Kimi Räikkönen (Ferrari), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Rosberg, que conservou a liderança do campeonato, mas viu Hamilton reduzir de 24 para 11 pontos o atraso no segundo lugar.

As desventuras do líder do Mundial começaram ainda nos treinos livres, com um acidente que o obrigou a mudar a caixa de velocidades - que, de acordo com os regulamentos, tem de resistir a, pelo menos, seis corridas -, acabando por ser penalizado em cinco lugares na grelha de partida para a corrida de hoje.

O germânico até conseguiu 'emendar a mão' durante a prova, mas não resistiu ao assalto final de Hamilton, o último capítulo de uma corrida atribulada, que esteve neutralizada durante cinco voltas devido ao acidente aparatoso do alemão Sebastian Vettel (Ferrari).

Vettel, que foi também penalizado com a perda de cinco posições no arranque, pelo mesmo motivo de Rosberg, despistou-se em consequência do rebentamento de um pneu, numa altura em que liderava, levando à entrada em cena do 'safety car', entre a 27.ª e a 32.ª voltas.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.