GP Rússia: Lewis Hamilton vence corrida com polémica na Ferrari

Piloto britânico alcançou a sua 82.ª vitória na F1

Lewis Hamilton voltou às vitórias este domingo no Grande Prémio da Rússia, que fica marcado por alguma polémica na Ferrari. 

O piloto britânico, campeão mundial de F1, quebra assim a sequência de três vitórias dos rivais da Ferrari, obtendo a sua 82.ª vitória na F1, ficando a 9 do registo de Michael Schumacher.

Lewis Hamilton (Mercedes) largou no segundo lugar, atrás de Charles Leclerc (Ferrari), mas o britânico foi logo superado por Sebastian Vettel ainda antes da primeira. 

Mercedes e os elogios a Hamilton após o GP da Rússia: «Que corrida!»
Vettel chegou à liderança, concedida pelo companheiro de equipa Charles Leclerc, como parte da estratégia, mas após algumas voltas, o piloto monegasco reivindicou sua posição pela rádio da equipa. "Fiz o combinado, está na hora de devolver a minha posição", terá afirmado. Mas Vettel não acedeu, trocando de posição apenas após ida às boxes. Contudo, o alemão não terminou a corrida, devido a problemas de motor. 

Quem também tirou partido da 'polémica' entre os pilotos da Ferreri foi o finlandês Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton, que subiu à segunda posição e assegurou a dobradinha para a Mercedes.

Lewis Hamilton consolidou a liderança do Mundial, passando a somar 322 pontos, mais 73 do que o segundo, Valtteri Bottas, enquanto Leclerc ocupa a terceira posição com 215.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.