Hamilton conquista pole position na Austrália e iguala recorde de Schumacher e Senna

Britânico soma 8 'poles' no grande prémio de abertura do Mundial

• Foto: EPA

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) conquistou este sábado a pole position para o Grande Prémio da Austrália, prova de abertura do Mundial de Fórmula 1, igualando um recorde do brasileiro Ayrton Senna e do alemão Michael Schumacher.

O piloto da Mercedes alcançou oito 'poles' na corrida australiana, igualando as duas lendas da Fórmula 1 como um dos pilotos com maior número de primeiras posições no arranque num mesmo Grande Prémio. Senna somou oito 'poles' em San Marino (entre 1985, 1991 e 1994) e Schumacher no GP do Japão (1994, 1995, de 1998 a 2002 e em 2004).

Esta foi, também, a sexta pole position consecutiva de Hamilton no circuito de Albert Park.

O britânico fez a sua melhor volta em 1.20,486 minutos, deixando o seu companheiro de equipa, o finlandês Valtteri Bottas, a 0,112s. O finlandês estava em vantagem após a primeira tentativa, com quase meio segundo para Hamilton, mas o atual campeão do mundo melhorou o seu registo na segunda tentativa da derradeira fase da qualificação (Q3) e arrebatou o primeiro lugar.

A rapidez dos Mercedes surpreendeu os adversários, pois o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que era apontado como favorito em 2019 após os testes de pré-temporada, terminou em terceiro, a 0,704s do primeiro lugar.

"Depois do resultado de hoje, os Mercedes são os favoritos à vitória", anotou o alemão que, contudo, se recusa a baixar os braços.

"Estamos aqui para correr e claro que podemos ganhar [no domingo]. O resultado não foi o melhor, mas não estamos demasiado preocupados", disse o piloto da Ferrari, que vai partir da segunda linha da grelha, ao lado do holandês Max Verstappen (Red Bull).

Por seu turno, Lewis Hamilton destacou a "atmosfera incrível" que se viveu no circuito australiano.

"Não tínhamos ideia de onde estaríamos comparados com os outros, mas tínhamos confiança no nosso trabalho", destacou, mostrando-se surpreendido com o facto de ter igualado o recorde de Senna e Schumacher. "Não fazia ideia. Mas agradeço à minha família por todo o apoio que me tem dado", concluiu.

O GP da Austrália é a primeira das 21 provas do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2019. A partida está marcada para as 5:10 horas de domingo.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas