Hamilton falou em "meninos bilionários" na Fórmula 1 e já teve resposta de Mazepin

Piloto russo lembra que muitos pilotos chegam ao Mundial com apoios de patrocinadores

Nikita Mazepin não gostou de ouvir Lewis Hamilton dizer que a Fórmula 1 se tornou "num clube de meninos bilionários" e o piloto russo, cujo pai é um dos principais investidores da Haas, respondeu-lhe numa entrevista ao site ‘Sport.ru’.

"Todos os recém-chegados à F1 receberam o apoio de vários patrocinadores. Alguns de marcas de bebidas energéticas [refere-se a Verstappen com a Red Bull e ao próprio Hamilton, com a Monster] e outros com a ajuda do homem mais rico do México [Sergio Pérez]. São pessoas que estão agora presentes na grelha, mas podia nomear muitos mais de outros tempos", sublinhou Mazepin, um dos pilotos mais polémicos da F1.

Depois, falou concretamente de Hamilton: "Com o Lewis sempre tive uma relação muito correta. Não é que falemos muito, mas no paddock todos são muito amáveis. Por isso não tenho nenhum problema a esse respeito."

Mazepin desmentiu ainda rumores que surgiram na semana passada dando conta de que poderia interromper a sua carreira na F1 para realizar o serviço militar. "Há duas opções para fazer o serviço militar na Rússia: cumprir um ano completo ou passar por uma espécie de corpo de elite, se as tuas capacidades o permitirem, com um serviço diferente. Nesse caso, dedicas três anos, mas sendo apenas um dia por semana, ao terminar és oficial de reserva. Foi o que estive a fazer nos últimos anos e espero acabar agora, para me tornar oficial."

Por Record
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.