Tricampeonato anunciado

Lewis Hamilton prepara o caminho do título

• Foto: EPA

O interregno de verão na Fórmula 1 termina em Spa-Francorchamps, Bélgica, no fim de semana de 28 deste mês, e funciona ao mesmo tempo como sinal verde para o que resta da temporada. Estão cumpridas 12 corridas, faltam mais 9 até ao final do campeonato de 2016, e não custa admitir que o tricampeonato de Lewis Hamilton é uma probabilidade cada vez mais forte.

A série de 6 vitórias nas últimas 7 corridas levou o britânico a anular a desvantagem em relação a Nico Rosberg – o alemão chegou a ter 49 pontos à maior, depois de começar a época com 4 triunfos consecutivos – e a dúvida que subsiste passa por saber qual dos dois homens da Mercedes é capaz de lidar melhor com o que resta da época.

Decisão estratégica

No caso de Lewis Hamilton, as decisões que tomar no futuro próximo podem ser decisivas. O líder do Mundial já esgotou os 5 motores autorizados no regulamento, pelo que a próxima troca – e ela vai ter de acontecer – assume importância crucial. Para ele e, claro, para Nico Rosberg, que não pode desperdiçar o momento em que, penalizado, o companheiro de equipa vai iniciar um GP no último lugar da grelha.

"Se o Nico [Rosberg] continuar a fazer boas qualificações e eu tiver de sair da via das boxes ou do último lugar da grelha, vai ter pelo menos uma corrida livre na frente", lembrou o britânico. A questão passa agora por saber quando é que esse momento vai acontecer. "[a troca] Será já na próxima corrida ou em Monza", revelou Hamilton, assinalando ainda que as circunstâncias do GP Alemanha, em que liderou da 1ª à última volta, lhe permitiram poupar a última unidade motriz das tais 5 alocadas a cada piloto – a partir daí, uma troca vale o último lugar na grelha.

Este ponto do regulamento é, nesta altura, favorável a Rosberg, mas o alemão vai precisar de muito mais para reverter uma época que parecia encaminhar-se para um passeio rumo à estreia como campeão do Mundo. Depois de 4 vitórias nas primeiras 4 corridas, Rosberg pareceu ‘perder a mão’. E não vence desde 19 de junho, em Baku. Aguarda-se resposta dentro de duas semanas.

Por Paulo Renato Soares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas