Verstappen após 2.º lugar em Portimão: «Tentei tudo o que pude...»

Piloto holandês voltou a queixar-se de "falta de aderência"

• Foto: Paulo Calado

O piloto holandês Max Verstappen (Red Bull) admitiu este domingo ter tentado tudo o que pôde para conquistar a vitória no Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, mas sem sucesso.

"Tentei tudo o que pude, sobretudo no reatamento. Nunca me conseguia aproximar nas últimas duas curvas para passar na reta", começou por explicar Verstappen, segundo classificado, atrás de Lewis Hamilton.

O piloto holandês admite que foi "uma corrida decente". mas voltou a queixar-se de "falta de aderência". "Senti que não foi uma corrida de prego a fundo, mas de poupança de pneus. É difícil dizer [onde é que os Mercedes são melhores do que os Red Bull] quando estamos tão perto, porque perdemos aderência", explicou.

Por isso, agora espera "para ver em Barcelona a progressão" do carro, pois há nova corrida no próximo domingo, no circuito catalão. "Temos de melhorar porque devemos ser os mais rápidos em todas as pistas sob todas as condições, porque a pista é igual para todos", disse.

O piloto holandês está a fazer o melhor arranque de temporada da sua carreira, situando-se a oito pontos do líder Lewis Hamilton após três corridas disputadas. "Oito pontos é perto, mas gostava que fosse ainda mais perto. A época é longa. Não queremos desistências nem erros estúpidos", sublinhou Verstappen.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.