Vettel: «Ferrari está a dar tudo, talvez até demais»

Piloto avisa para estratégia arriscada

• Foto: Getty Images

A temporada 2016 do Mundial de F1 ainda só vai na quinta de 21 etapas e a Ferrari já acumula três corridas sem pontuar entre Kimi Räikkönen (1) e Sebastian Vettel (2), o que deixa os dois pilotos e a escuderia a distâncias já consideráveis dos rivais da Mercedes, na corrida aos dois títulos. Apesar de salientar que tem nas mãos um carro melhor face ao de 2015, Vettel revelou que a estratégia seguida pode ser demasiado arriscada e que "os problemas técnicos não estavam nos planos".

"Estamos a dar tudo, por vezes talvez até demais. Mas temos de tentar de tudo. Melhorámos face ao ano passado, só os resultados é que ainda não refletem isso. É certo que ainda existe desvantagem para a Mercedes, mas ela diminuiu bastante", afirmou o alemão, em declarações à revista 'Sport Bild', reconhecendo ter ficado dececionado por a Ferrari não ter aproveitado a desistência dos dois Mercedes no GP de Espanha - foi terceiro, atrás de Räikkönen e de Max Verstappen (Red Bull-TAG Heuer). 

"É impossível mover montanhas do dia para a noite, contudo, diminuir a diferença [para a Mercedes] será sempre um exercício de equilíbrio. Talvez algumas evoluções tenham vindo demasiado cedo, mas se acreditamos que algo proporciona vantagem em termos de velocidade, queremos colocá-lo de imediato em pista", explicou ainda Vettel.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Fórmula 1

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.