Record

Fenati anuncia retirada após polémica no GP São Marino

Piloto italiano tomou decisão após polémica do Grande Prémio de San Marino

• Foto: D.R
Romano Fenati anunciou a sua retirada do motociclismo após a polémica durante o Grande Prémio de São Marino - tocou no travão da mota de um adversário quando seguiam a mais de 200 kms/h.

"No final do Mundial, não voltarei a competir", afirmou ao jornal italiano 'La Repubblica'.

Recorde-se que o piloto italiano tinha sido suspenso por duas provas e despedido da Marinelli Snipers Team, com quem tinha contrato até 2019.

Romano Fenati reconheceu o erro e pediu ontem desculpa, mas já esta terça-feira sublinhou que tomou aquela atitude em resposta às constantes provocações por parte de Stefano Manzi.

"Nunca mais será o meu mundo, é demasiado injusto. Ele atacou-me três vezes e também poderia ter-me matado. A última tinha acontecido 500 metros antes e pensei: 'agora faço o mesmo, mostro-te que posso ser tão mau como tu e talvez entendas aquilo que estou a passar. Mas nunca pensei em magoá-lo, juro", justificou-se.

O piloto italiano mostrou-se desiludido com a competição e revelou ter outros planos para o futuro que não passam pelo motociclismo.
"Agora vou voltar a trabalhar na loja do meu avô. Também tenho um projeto em Ascoli sobre o qual não quero falar. Se vou sentir falta das motos? Corro sempre para vencer, para ser Romano Fenati. Mas percebo que ninguém se importa comigo e com aquilo que estou a passar. Então é melhor dizer adeus para sempre ", finalizou o italiano.

Gesto feio de Fenati no GP São Marino resulta em expulsão


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Motociclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M