Record

Fenati pede desculpa: «Tive uma atitude vergonhosa»

Piloto italiano foi despedido na sequência do episódio com Stefano Manzi no GP San Marino

Romano Fenati emitiu esta segunda-feira um comunicado a pedir desculpa pelo gesto que protagonizou no GP San Marino, ao tentar travar a moto de Stefano Manzi na corrida de Moto2. As explicações do piloto italiano surgem já depois de ser conhecida a decisão da sua equipa, a Marinelli Snipers, em rescindir o contrato.

"Peço desculpas a todo o mundo do desporto. Esta manhã, com uma mente clara, gostaria que tudo tivesse sido apenas um pesadelo. Penso e repenso naqueles momentos, tive uma atitude vergonhosa, que não é de homem! Um homem terminaria a corrida e depois iria à direção da corrida tentar obter justiça por episódios anteriores. Não deveria ter reagido a provocações. As críticas estão corretas e entendo o ressentimento em relação a mim. Quero pedir desculpas a todos que acreditaram em mim e a todos os que se sentiram ofendidos pelo meu gesto. É uma imagem horrível de mim e do desporto. Não sou assim, quem me conhece bem sabe! Na minha carreira, sempre fui um piloto correto. No ano passado, fui um dos poucos que não receberam penalizações, nunca coloquei a vida de outra pessoa em perigo, pelo contrário, sempre afirmei que há pilotos perigosos, na pista, pelo seu estilo de condução", refere no comunicado.

Fenati termina dizendo que a sua "ação não é justificável". "Só quero pedir desculpas a todos. Agora terei tempo para refletir", pode ler-se ainda. 

Gesto feio de Fenati no GP São Marino resulta em expulsão
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Motociclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

M