Lorenzo e Márquez com segurança reforçada em Itália... devido a Rossi

Organização do MotoGP teme incidentes fãs do 'Dottore'

• Foto: EPA
A Dorna, promotor do MotoGP, mundial de velocidade de motociclismo, entendeu que os espanhóis Jorge Lorenzo (Yamaha) e Marc Márquez (Honda) necessitam de segurança extra em Mugello, palco da ronda de Itália do campeonato, no próximo fim-de-semana.

Segundo o portal 'motorsport.com', a decisão visa minimizar o risco de incidentes com os seguidores de Valentino Rossi (Yamaha), na sequência dos problemas ocorridos no final da temporada passada, quando o italiano perdeu o título para Lorenzo, entre acusações a Márquez de alegada "ajuda" ao compatriota.

Os dois espanhóis já foram alvo de vaias e assobios nas rodas do Qatar, Argentina e França e as redes sociais, sobretudo o Twitter, têm sido usadas pelos mais fanáticos para fazer ameaças. Em Itália, com o carismático 'Dottore' Rossi a correr em casa - nove em cada 10 seguidores italianos do MotoGP serão fãs do piloto da Yamaha -, o problema assume ainda maior dimensão.

De resto, Lorenzo e Márquez não estarão presentes em nenhum evento promovido por patrocinadores em Mugello, embora um grupo de fãs do piloto da Yamaha se vá deslocar a Mugello... com ordens para tentar evitar os seguidores de Rossi.

"Lorenzo e Márquez terão um guarda-costas cada, os quais têm ordens para agir caso seja necessário", explicou Helios Xaudaró, diretor de eventos da Dorna ao 'motorsport.com', adiantando que um terceiro segurança estará ao lado do irmão de Márquez, Alex, e que a vigilância será reforçada em redor da área onde ficam as 'motorhomes', 24 horas por dia, durante o GP de Itália, que arranca sexta-feira.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Motociclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas