Miguel Oliveira quer "mudar estilo de condução" para melhorar na qualificação

Português vai sair do 18.º lugar no GP Aragão

• Foto: EPA

O 18.º lugar rubricado este sábado na qualificação para o Grande Prémio de Aragão de Moto2 levou o português Miguel Oliveira a concluir ser necessário alterar a forma como conduz a KTM para melhorar os resultados.

O piloto português da KTM ainda chegou a estabelecer o 15.º melhor tempo já nos últimos segundos da sessão, mas o registo acabou anulado por uma irregularidade detetada pelos comissários.

"Foi um dia difícil. Tive a minha melhor volta cancelada, que me colocava umas posições mais à frente", lamentou o piloto de Almada, que tem "trabalhado bastante" na sua KTM.

No entanto, como os resultados não têm sido os esperados, concluiu que terá de "alterar" o seu "estilo de condução" para se "adaptar à melhor forma de conduzir esta mota".

"Preciso de me concentrar mais nos ângulos (de entrada em curva), nas trajetórias a seguir na pista", explicou.

O piloto da KTM terá domingo um derradeiro ensaio na sessão de 'warm up', que antecede a corrida, mas acredita que já tem "uma boa afinação para a prova".

"O ritmo de corrida é bom. Quando sigo sozinho, sou rápido, mas, ao ter de partir de trás, nunca se sabe o que vai acontecer", destacou.

Miguel Oliveira terminou a sessão de qualificação em 18.º, a 0,862 segundos do tempo registado pelo seu companheiro de equipa, Brad Binder, autor da 'pole position', a primeira da carreira do piloto sul-africano.

O italiano Francesco Bagnaia, líder do campeonato, com mais oito pontos do que o piloto português, larga da quinta posição.

Em MotoGP, o espanhol Jorge Lorenzo conquistou a terceira 'pole position' consecutiva, quarta da temporada, deixando o seu colega de equipa na Ducati, o italiano Andrea Dovizioso, a 0,014 segundos.

A primeira linha da grelha de MotoGP ficou separada por menos de uma milésima uma vez que o espanhol Marc Márquez, terceiro da sessão, ficou a 0,079 segundos do futuro companheiro de equipa.

Já o italiano Valentino Rossi, com o 18.º lugar na sessão de hoje, fez a pior qualificação em piso seco da sua carreira. Desde o Grande Prémio da Holanda de 2006, em Assen, que disputou lesionado no pulso direito e no tornozelo esquerdo, que não ficava tão atrás na grelha de partida.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Motociclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.