MotoE avança em 2019

Novo campeonato vai acompanhar o calendário principal do MotoGP

A MotoGP vai lançar em 2019 um campeonato do mundo de motos elétricas, o 'FIM MotoE World Cup', que vai acompanhar o calendário principal da competição, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional de Motociclismo (FIM).

Depois de vários anos de testes, o presidente da FIM, Vito Ippolito, anunciou esta terça-feira "o começo de uma nova era" no motociclismo, com um campeonato que terá provas durante os mesmos fins de semana do calendário MotoGP, para maximizar a visibilidade.

Segundo o presidente da Dorna Sports, a promotora do MotoGP, Carmelo Ezpeleta, cinco dos eventos de 2019 vão ter lugar nos circuitos europeus, com o objetivo de expandir a nível global.

Antes do lançamento da temporada, a MotoE terá um primeiro teste no circuito de Jerez, Espanha, em fevereiro do próximo ano, com a moto, a mesma para todos os pilotos, a ser construída pela italiana Energica, com pneus Michelin.

Segundo Loris Capirossi, três vezes campeão do mundo de MotoGP e atualmente a testar a nova mota, esta dá "uma sensação incrível" ao conduzir, mesmo sendo "muito pesada, ainda que com o peso distribuído por baixo, dando-lhe agilidade e linearidade na potência".

Ao todo, vão estar em prova 18 motos, 14 divididas pelas sete equipas privadas da MotoGP e as últimas quatro para quatro equipas de Moto2 e Moto3, que serão sorteadas.

O contrato para o campeonato foi assinado para os próximos três anos e segue a tendência atual no desporto, com a Fórmula E a atrair cada vez mais adeptos no automobilismo e a Tesla a anunciar uma competição particular de carros da marca.

Também o campeonato do mundo de ralicrosse, o WRX, anunciou estar a planear a transição para uma competição elétrica (E-WRX) até 2020.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Motociclismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.