Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

A emotiva mensagem de adeus de Márquez à Honda: «Não sei por onde começar, não sei se faço bem ou mal...»

Piloto partilhou aquilo que enviou a um elemento da estrutura japonesa

• Foto: epa
Esta quarta-feira está a ser um dia com um peso emocional bastante alto para Marc Márquez. Anunciada que está a sua saída da Honda, a sua casa no MotoGP desde que subiu à categoria principal, em 2013, o piloto espanhol já se tinha despedido da estrutura japonesa em comunicado e agora, também através das redes sociais, decidiu partilhar com os seus seguidores a emotiva mensagem enviada a um elemento da equipa com a qual trabalhou.

Eis a publicação na íntegra

"Quero partilhar convosco a mensagem que enviei a um membro da equipa:

Não sei por onde começar, não sei se faço bem ou mal, não sei o que acontecerá no fturo, não sei se isto tudo vai dar certo, mas o que sei é tudo aquilo que conseguimos juntos.

Foi a decisão mais difícil da minha vida, guiada pela cabeça e valentia, não pelo coração. A minha equipa de coração serão sempre vocês, os de sempre, aqueles que me apoiaram e apoiarão. Mas tenho uma coisa clara: quero tentar voltar a ser o melhor piloto do mundo e para isso necessito de desfrutar em cima da moto.

Utilizei a teoria que dizia o alpinista do livro que me deste para ler. Se posso subir o Evereste em três dias, por que razão subi-lo em cinco? Logiamente é muito mais arriscado subir em três dias, vais expor-te muito mais e podes não conseguir, mas se não tentares não saberás. Sempre me disseste e eu apliquei-o: segue o teu instinto, o carácter e os tomates que mais ninguém tem.

Por último, chega a parte em que fala o coração. E como bem sabes, a nossa relação é muito especial, por isso espero que os nossos caminhos se voltem a cruzar. Vamos desfrutar destas seis festas que nos faltam"
Por Record
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias