Johann Zarco pediu para sair da KTM mas Miguel Oliveira fica na Tech 3

Hervé Poncharal diz ter-lhe sido prometida a continuidade do português

A cumprir uma desapontante primeira temporada na KTM, o francês Johann Zarco pediu à equipa austríaca para rescindir o contrato que liga as duas partes até final da próxima temporada, segundo revelou este domingo o diretor Hubert Trunkenpolz ao site alemão 'SPEEDWEEK'. Por saber, explica, está o momento da saída, se no imediato ou apenas no término da atual época, ainda que uma coisa esteja já clara: Miguel Oliveira vai continuar na equipa satélite, a Tech 3, não havendo previsão de mudança para a equipa oficial.

"Se o Zarco decidir deixar-nos já, então será o Mika Kallio a assumir a sua posição até final da temporada", declarou Trunkenpolz, que para o próximo ano tem já definida a dupla que gostava de ter em ação. "A minha solução para a equipa de fárbica seria Pol Espargaró e Dani Pedrosa. Mas o Dani assinou apenas contrato para testes e já deixou claro que não quer voltar a competir. Ainda assim, vamos perguntar-lhe de novo, porque esta é uma situação nova. Mas o que ele decidir será aceite", explicou.

Quanto a Miguel Oliveira, chegou a pensar-se que seria o português o sucessor lógico de Zarco, especialmente depois da brutal exibição deste fim de semana no Grande Prémio da Áustria, mas segundo Hervé Poncharal foi feita uma promessa de que o português não será 'roubado' à formação satélite. "Foi-me prometido pela KTM hoje que o Oliveira irá estar na Tech3 em 2020", declarou o francês também à SPEEDWEEK.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.