Marc Márquez e as lágrimas no final: «Não chorei pelo resultado nem por dor, não sei...»

Espanhol regressou às pistas depois de 9 meses de ausência e acabou o GP Portugal em 7.º

• Foto: Reuters

Marc Márquez voltou à competição este fim-de-semana em Portimão, depois de 9 meses de ausência, por lesão, e acabou por terminar a corrida de MotoGP em 7.º. No final da prova, nas boxes, on piloto espanhol da Honda, seis vezes campeão do Mundo na categoria rainha, não evitou as lágrimas.

"Não chorei pelo resultado nem por dor, não sei... Sou uma pessoa que gosta de conter as emoções, mas não consegui. Foram 9 meses com momentos duros, mas este fim-de-semana foi muito importante, não só para a minha carreira desportiva como também para a minha vida, porque voltei a sentir-me piloto de MotoGP. Demos um passo importantíssimo, que era subir à mota e pouco a pouco ir melhorando o nível. Estou contente", referiu o espanhol, em declarações à SportTV.

"Não sonhava com este resultado. Sonhava apenas em acabar a corrida. Mais do que a posição estou contente por ter acabado a 13 segundos do líder, é pouco, menos do que esperava. Estou muito, muito contente e tenho de agradecer a todos os que me apoiaram durante estes 9 meses. É o início do regresso", acrescentou.

A próxima corrida vai ser disputada em Jerez, precisamente o circuito onde caiu na época passada. "Tenho 15 dias para descansar, para depois em Jerez dar mais um passo. Mas preciso de corridas para voltar ser o mesmo, para me sentir ficamente bem. Hoje não me senti mal, mas no final já não podia... O importante foi acabar. A partir de agora é dar passos pequenos mas firmes."

Por Record
1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias