Miguel Oliveira: «É um sonho tornado realidade correr em Portugal em MotoGP»

Piloto português vai disputar o GP de Portugal, este fim de semana no Autódromo Internacional do Algarve

• Foto: Instagram Miguel Oliveira

O português Miguel Oliveira (KTM) admitiu esta terça-feira que é um sonho realizado correr o Grande Prémio de Portugal, que este fim de semana se disputa no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

"Estou muito entusiasmado com esta última corrida do campeonato do mundo de motociclismo de velocidade. É um sonho tornado realidade correr em Portugal em MotoGP", disse Miguel Oliveira, em declarações divulgadas pela equipa Tech3, pela qual alinha o piloto português.

O português lamentou a ausência de público no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

"Infelizmente, não haverá público nas bancadas mas, mesmo assim, é bom conseguirmos terminar a temporada", frisou o piloto de 25 anos, que espera fazer "um resultado muito, muito bom" e "estar confortável com a mota desde sexta-feira nos treinos livres" de forma a ter "uma boa corrida de despedida da Tech3".

Na próxima época, o piloto natural de Almada, que chega a esta 14.ª e última prova da temporada no 10.º lugar, com 100 pontos, vai estar aos comandos de uma KTM da equipa oficial.

Na segunda temporada na categoria 'rainha', Miguel Oliveira subiu pela primeira vez ao pódio, com a vitória no Grande Prémio da Estíria, na Áustria, em 23 de agosto.

Oliveira já disputou dois Grandes Prémios de Portugal, ambos no Estoril, em 2011, no ano de estreia nas 125cc, tendo terminado no sétimo lugar, e, na última passagem do Mundial pelo país, no ano seguinte, quando acabou por desistir, devido a problemas mecânicos.

Por Lusa
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.