Miguel Oliveira em 21.º nos testes de Jérez

Português fez 77 voltas no traçado espanhol

Um dia depois de ter sido 18.º no Grande Prémio de Espanha, Miguel Oliveira voltou à pista de Jérez para um dia intenso de trabalho, no qual aproveitou para testar algumas novas configurações na sua KTM RC16. O piloto luso fez um total de 77 voltas, registando o seu melhor tempo (1:38:649) na sua 73.ª tentativa, ficando a 2,270 segundos do mais rápido, o italiano Fabio Quartararo, que com 1:36:379 conseguiu mesmo um novo recorde da pista espanhola.

Ainda assim, e apesar de ter sido apenas o 21.º mais veloz na classificação destes testes, uma vez mais à frente do colega de equipa Hafizh Syahrin, Miguel Oliveira mostrou-se satisfeito com o trabalho feito, especialmente pelo ritmo imposto ao longo do dia.

"Hoje foi um dia muito trabalhoso, no qual tivemos muitas coisas novas para testar. Acabou por ser um dia muito positivo, pois fui bastante mais rápido do que ontem, em condições de setting de corrida e com os pneus duros. Devido à limitação que temos a nível do uso de pneus, ficou apenas a faltar realizar uma volta rápida com o pneu macio no final. A moto não funcionou tão bem quanto queríamos com o pneu macio e portanto não melhorámos o tempo por volta tanto quanto queríamos, mas as ideias que testámos têm muito potencial. Senti-me muito melhor com a moto, por isso no final do dia posso dizer que foi um dia de testes positivo pelo ritmo e não pelo tempo rápido. Estou contente pelo ritmo", admitiu o piloto português, que se mostra esperançoso quanto aos efeitos destes testes.

"A ideia é que estas soluções que encontrámos aqui em Jerez nos ajudem nas próximas corridas, apesar de as características dos circuitos agora mudarem ligeiramente. Estamos confiantes de que aquilo que testámos aqui nos possa ajudar no futuro e nos próximos circuitos daqui em diante. Um dia de testes é sempre muito diferente de uma corrida. Normalmente, fazemos sempre 4 voltas e paramos. São 80 voltas, mas ao longo de um dia inteiro, de 6 horas, acaba por ser mais suave do que 20 voltas seguidas", finalizou o piloto de Almada, em declarações à sua assessoria de imprensa.

Cumprida esta bateria de testes de um dia, Miguel Oliveira volta a focar-se nas provas do Mundial, nomeadamente o Grande Prémio de França, que decorre entre 17 e 19 de maio, em Le Mans.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.