Miguel Oliveira foi "mais competitivo que as duas KTM de fábrica"

Piloto português mostrou-se satisfeito com a classificação conseguida

O piloto Miguel Oliveira (KTM) mostrou-se este domingo "bastante satisfeito" com o 13.º lugar conseguido no Grande Prémio da Holanda de MotoGP, acreditando ter sido "mais competitivo do que as duas KTM da equipa de fábrica".

"É um pequeno passo, mas estamos a chegar lá. Recolher informação para o futuro também é importante", sublinhou o piloto português, no final da oitava ronda do Mundial de MotoGP, disputada no circuito holandês de Assen.

Com este resultado, o piloto português, que arrancou da 20.ª posição, soma 15 pontos, ocupando o 18.º lugar do campeonato.

"Foi uma corrida difícil. A posição de partida não ajudou, de todo. Nas primeiras voltas não consegui ultrapassar ninguém", vincou.

Oliveira equaciona, por isso, "pensar em como melhorar a moto para as primeiras voltas", em que a moto está mais pesada com o depósito ainda cheio de combustível.

"De qualquer forma, consegui ter um bom ritmo no final. Fui competitivo e lutei com outros pilotos, acabando por terminar nos pontos, que era o objetivo principal", disse ainda o piloto de Almada, que fez a última ultrapassagem da corrida ao campeão de Moto2, o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) na derradeira curva.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.