Miguel Oliveira: «Senti algumas dificuldades para encontrar o ponto de viragem»

Português obteve o 17.º tempo nos treinos livres desta sexta-feira para o GP da Comunidade Valenciana

• Foto: Paulo Calado
Miguel Oliveira (KTM) considerou esta sexta-feira que teve um "dia normal" de treinos livres para o Grande Prémio da Comunidade Valenciana, última prova do Campeonato do Mundo de MotoGP.

O piloto de Almada terminou com o 17.º melhor registo, depois de a sessão matinal ter sido marcada pelo piso molhado e a da tarde ter sido feita com a pista seca.

"Foram condições diferentes entre as duas sessões. [Senti] algumas dificuldades para encontrar o ponto de viragem com a mota. O pneu macio usado no final da segunda sessão não era o ideal", explicou o piloto luso, no final do dia de trabalho.

Miguel Oliveira considerou, por isso, que foi "uma sexta-feira regular, nada de extraordinário".

"Já sabíamos da possibilidade de chover. Tínhamos de nos adaptar. Tínhamos duas motas, para uma ficar com afinações de chuva e outra de seco. Mas afeta a todos da mesma forma", destacou.

O piloto da KTM explicou que "só a curva 1 é que era um pouco mais complicada".

Miguel Oliveira tenta no sábado um lugar entre os 10 mais rápidos na terceira sessão de treinos livres de forma a garantir o apuramento direto para a segunda fase da qualificação, disputada na tarde de sábado.

Por Lusa
3
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias