Miguel Oliveira sobre o futuro: «Para já não posso dizer nada devido a prazos contratuais»

Piloto português da KTM mostra-se "confiante e motivado" para a segunda metade da temporada

• Foto: EPA
Miguel Oliveira garantiu esta quinta-feira, em declarações à Sport TV, que está "muito confiante" para o início da segunda metade da temporada de MotoGP, após uma paragem de cinco semanas.

"Uma paragem que nos faz voltar a ter saudades de andar de mota. Às vezes também é preciso [parar], depois de um início de época já muito viajado, com corridas fora da Europa e com um ritmo bastante elevado. A paragem soube bem. Deu espaço para respirar um bocadinho, ver a minha filha crescer e recuperar energias para esta segunda metade da época", começou por referir o piloto português.

E prosseguiu, questionado acerca do Grande Prémio de Portugal que abre a temporada de MotoGP em 2023. "É uma notícia que me deixa muito feliz. É uma grande honra para Portugal ter esta prestigiada prova a abrir o campeonato após muitos anos. Dá-nos um sentimento de orgulho enorme e um bocadinho de confiança extra. É um grande orgulho poder correr em Portugal e, ainda para mais, na abertura do campeonato".

Miguel Oliveira foi taxativo acerca do seu futuro, garantindo que o seu lugar é no MotoGP. "Quando puder dizer alguma coisa vou certamente anunciar, mas para já não o posso fazer devido a prazos contratuais. O meu futuro passa por aqui [MotoGP] e é por aqui que ficarei nos próximos anos".

O piloto de Almada fez ainda a antevisão ao GP da Grã-Bretanha que tem lugar este fim de semana. "Estamos muito confiantes para este início da segunda metade da época. Julgo que a pista servirá bem à mota, a KTM trabalhou alguns aspetos para a melhorarmos. Estou confiante, sinto-me bem, leve e motivado para fazer um bom trabalho", concluiu.
Por Record
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias