Chefe da KTM desapontado após GP de Espanha: «Não podemos ficar contentes com o 11.º lugar»

Mike Leitner assume que esperava mais em Jerez

Miguel Oliveira saiu de Jerez como o melhor KTM no Grande Prémio de Espanha, mas para Mike Leitner o resultado está longe de ser o esperado. Em análise ao que se viu na quarta prova do ano, o chefe da marca austríaca assume-se desapontado, pois esperava mais, especialmente depois do que viu de Brad Binder tanto na qualificação como no warm up desta manhã. Ora, o sul-africano caiu logo no arranque e de certa forma acabou logo por estragar os planos da KTM...

"Não podemos ficar contentes com o 11.º lugar, porque tínhamos algumas expectativas depois da boa qualificação do Brad e da consistência que demonstrou no warm up. Tivemos várias quedas e infelizmente o Brad teve uma na segunda volta. Aí acabou a corrida dele... Foi duro para o Miguel partir de 16.º, pois esteve muito tempo no meio do tráfico. Temos de aceitar o 11.º lugar, mas podemos ver o quão alto está o nível e agora temos de trabalhar no teste de amanhã para encontrar algo extra para a moto. Foi positivo ter três motos nos pontos, mesmo que o nosso objetivo não seja estar apenas no meio do pelotão. A meta agora é melhorar em Le Mans", frisou o chefe da KTM.

Por Record
12
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.