Mir e a queda de Oliveira: «Imaginem vê-lo à vossa frente e, de repente, ele desaparecer...»

Piloto espanhol fala de condições que nunca tinha enfrentado

A carregar o vídeo ...
Miguel Oliveira sofre aparatoso acidente após forte rajada de vento na Austrália

Joan Mir considerou ter sido acertada a decisão da Direção de Corrida em cancelar os treinos deste sábado do Grande Prémio da Austrália, já que as condições do vento eram claramente perigosas para os pilotos. Mir detalhou mesmo o momento em que viu Miguel Oliveira "desaparecer" à sua frente, momentos antes de o português sofrer uma queda que levaria à tal decisão de suspender as sessões em Phillip Island.

"As condições eram muito difíceis. Nunca tinha andado nestas condições. Nas curvas a parte frontal da moto levantava com o vento e a até roda traseira por vezes também. Na primeira curva vais em sexta, há um momento em que baixa um pouco e tens logo a travagem. É aí que a moto levanta um pouco e foi nesse momento que uma rajada de vento atingiu Miguel e fê-lo desaparecer. Foi ao verde e isso é perigoso, porque se tivesse uma escapatória de asfalto isto não teria acontecido, nem teria caído. Mas o facto de ser relva complica muito as coisas, como também noutras partes do circuito. Imaginem ver o Miguel à vossa frente e de repente ele desaparecer.. Creio que tomaram a decisão correta, pois estava muito complicado. Aliás, o vento piorou depois!", declarou o espanhol da Team SUZUKI ECSTAR, em conversa com o 'AS'.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de MotoGP

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.