Patrão da Tech 3 rendido a Miguel Oliveira: «Parece um piloto experiente no MotoGP»

Hervé Poncharal fala num "trabalho incrível"; homem forte da KTM também deixou elogios

Hervé Poncharal nunca escondeu o seu entusiasmo com a evolução de Miguel Oliveira na pré-temporada, tecendo desde muito cedo elogios ao seu trabalho, e este domingo, na sequência dos primeiros pontos conseguidos pelo português na categoria rainha do MotoGP, voltou a deixar palavras bastante positivas sobre o piloto de Almada, considerando mesmo que aquilo que tem visto é algo digno de um piloto experiente na categoria... e não de um 'rookie'.

"A Argentina é definitivamente um local que a Tech 3 gosta. Depois de 2018, voltámos a sair daqui com um sorriso no rosto. Desde os treinos livres à prova, conseguimos melhorar em todas as sessões com ambos os pilotos. O Miguel fez um trabalho incrível. Tem trabalhado de forma muito dedicada, isto depois de ter falhado os pontos no Qatar, e fez-nos muito felizes e orgulhosos. Foi apenas o seu segundo Grande Prémio no MotoGP e creio que aquilo que ele tem feito é trabalho de um piloto experiente da categoria. Quero agradecer-lhe e felicitá-lo pelo que conseguiu. Creio que é um ativo muito importante para a KTM e estamos muito felizes por termos visto o Pol e o Miguel a lutarem pelo lugar até à bandeirada de xadrez", declarou o chefe da equipa Tech 3.

Mas os elogios a Miguel Oliveira não se ficam apenas a Poncharal. É que também Mike Leitner, o team manager da Red Bull KTM, se mostrou rendido àquilo que o português fez este domingo em Termas de Rio Hondo. "Sabemos que a luta nesta categoria é muito complicada, por isso estamos muito contentes pelo 10.º lugar do Pol e também pela fantástica corrida do Miguel", declarou o chefe da equipa principal da KTM.

De resto, também o francês Johann Zarco deixou palavras positivas sobre o piloto luso. "Não consigo ainda pilotar da forma que mais gosto, mas vamos trabalhar o máximo para conseguir mudar a situação. No futuro as coisas funcionarão. O Pol e o Miguel tiveram uma bela corrida, por isso se conseguir aproximar-me deles ou ser o melhor KTM será desde logo um motivo de satisfação. Já para me aproximar dos lugares da frente será necessário fazer outro tipo de coisas.", disse o francês, que na Argentina foi apenas 15.º.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de MotoGP

Notícias