Sébastien Ogier: «20 pontos é mais do que eu esperava...»

Francês terminou Rali de Portugal no 3.º lugar da classificação geral

• Foto: Lusa

Sébastien Ogier recebeu um presente envenenado na Power Stage que encerrou o Rali de Portugal. O acidente de Kris Meeke fez com que o hexacampeão do Mundo tivesse saltado para a 3.ª posição da geral e, como se isso não bastasse, o jogo de cintura (e de travões...) de Ott Tänak na mesma Power Stage foi a garantia de que Ogier mantém-se na liderança do Mundial de pilotos e, assim, abrirá a estrada no Rali da Sardenha, em Itália.

"Somar 20 pontos neste fim de semana é mais do que eu estava à espera. Fizemos tudo o que podíamos para manter a posição de estrada que tínhamos, mas não foi possível e serei eu a abrir a estrada na Sardenha. Mas foi um bom resultado aqui em Portugal", começou por referir Ogier. 

"A situação mudou na última especial. Não queria abrir a estrada, pois será mais um fim de semana em que, se calhar, não será possível vencer. Mas precisamos sempre de somar pontos para as contas do Mundial. A única especial em que tivemos as mesmas condições que os restantes concorrentes foi a Power Stage e aí fomos competitivos e foi importante", frisou ainda o piloto da Citroën.

Esta última afirmação remete, aparantemente, para a estratégia utilizada pela Hyundai no sábado e neste domingo. Loeb e Sordo deviam ter partido no início das especiais, mas só o fizeram depois de Ogier e antes de Neuville, por forma a que o piloto da Citroën não tivesse o piso tão limpo. Todavia, a ordem de partida mudou para a Power Stage e, aí, todos partiram em devido tempo.

Certo é que Ogier tem agora 142 pontos no campeonato mundial de pilotos, mais dois que Tänak e mais 10 que Thierry Neuville.

Por André Gonçalves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ralis

Notícias

Notícias Mais Vistas