Novo Bugatti Centodieci é uma viagem ao passado de 8 milhões de euros

Modelo presta homenagem ao Bugatti EB 110 de 1991

A Bugatti apresentou esta sexta-feira à noite, em Pebble Beach, o Bugatti Centodieci, um modelo que presta homenagem ao Bugatti EB 110 de 1991. Esta versão tem por base o Chiron convencional e será limitada a apenas 10 unidades, cada uma com um preço base de 8 milhões de euros… antes de impostos!

Tributo ao EB 110

O Bugatti EB 110 é um dos superdesportivos que marcaram os anos 90, apesar de ter caído rapidamente no esquecimento. Era uma "besta" com um motor V12 sobrealimentado por quatro turbos e contava com um chassis em fibra de carbono. Registou uma marca de 351 km/h no circuito de Nardo, em Itália, e foi, durante algum tempo, o carro mais rápido do mundo.

Este modelo acabaria por ser eclipsado por outro "monstro", o McLaren F1, que acabou por lhe roubar este título do automóvel mais rápido do planeta. Como se isto não fosse suficiente, a Bugatti acabaria por fechar portas, naquele que seria um período muito conturbado, antes da compra por parte do Grupo VW. 

A Volkswagen nunca se quis associar a esta época da vida da Bugatti, de Romano Artioli, e isso fez com que nunca mencionasse este modelo. Mas isso acaba de mudar e a marca com sede em Molsheim decidiu, finalmente, lembrar esse período da sua história. É aqui que entra este Centodieci (110, em italiano), nome que faz referência aos 110 anos de existência da Bugatti.

Saiba mais no Aquela Máquina

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Auto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.