Porsche 911 Carrera: já foi de Maradona e vai a leilão em março

É a primeira vez que o super desportivo é levado à praça e tem um preço de venda estimado entre os 150 mil e os 200 mil euros

Tem uma enorme vontade de ter uma recordação de um dos maiores mágicos que os relvados de futebol alguma vez viram? 

Pois saiba que o Porsche 911 descapotável que já pertenceu a Diego Maradona, vai a leilão em Março pela Bonhams em Paris. 

O exemplar em causa, de 1992, é um Carrera 2 da série 964, com a linha estilística Works Turbo Look (WTL) e de que só foram produzidos 1.200 exemplares.

É a primeira vez que o super desportivo é levado à praça e tem um preço de venda estimado entre os 150 mil e os 200 mil euros quando o martelo do leiloeiro baixar pela última vez. 

Este Porsche 911 Carrera 2 tem uma história curiosa, a somar a outras tantas coleccionadas por El Pibe dentro e fora de campo. 

Caído em desgraça em Itália, depois de acusar o consumo de cocaína quando jogava pelo Nápoles, transferiu-se para o Sevilha. 

Uma vez em Espanha, onde viveu um ano, Maradona não perdeu tempo: alugou a villa de um toureiro famoso e encomendou o super descapotável. 

Um dos 1.200 exemplares construídos com a especificação WTL, é alimentado por um bloco flat-six de 3.6 litros arrefecido a ar, e tem apenas 120 mil quilómetros no hodómetro. 

Com 253 cv de potência, estava concebido para chegar aos 260 km/hora. Aliás, ficou famosa a operação stop policial ao mago argentino por passar um sinal vermelho e guiar a 180 km/horas nas ruas da capital da Andaluzia.

Infelizmente, a carreira futebolística de Maradona no Sevilha não correu nada bem, ficando no clube apenas uma época antes de regressar ao futebol argentino. 

Quase sem surpresa, o craque esteve mais vezes nas primeiras páginas dos jornais pelo seu exuberante estilo de vida do que pelo que fazia nos relvados. 

Em Junho de 1993, após terminar o contrato com a equipa espanhola, e antes de voltar para o seu país natal, vendeu o Porsche 911 Carrera 2 a um morador da ilha de Maiorca.

Esteve com ele durante 20 anos antes de passar pelas mãos de sucessivos coleccionadores automóveis franceses. 

O último, que detém o super desportivo desde 2016, decidiu agora levá-lo a leilão, talvez para aproveitar o impacto que a morte repentina de El Pibe teve no mundo. 

O leilão Les Grandes Marques du Monde à Paris promovido pela Bonhams acontece entre 3 e 10 de Março, com o super carro avaliado entre os 150 mil e os 200 mil euros. 

Já segue o Aquela Máquina no Instagram?

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Auto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.