Porsche voltou a roubar recorde à Lamborghini

Carro usado para bater a marca do Lamborghini Aventador SVJ foi o Porsche 911 GT2 RS

A Porsche voltou ao Nürburgring para "bater o pé" à Lamborghini, roubando de novo o recorde para o automóvel de estrada mais rápido nesta icónica pista alemã. O carro usado para bater a marca do Lamborghini Aventador SVJ foi o Porsche 911 GT2 RS, ainda que com algumas modificações mecânicas feitas pela Manthey-Racing.

Mas para perceber este episódio é preciso recuar até Outubro de 2016, altura em que a Lamborghini estabeleceu uma nova marca para os carros de estrada no Nürburgring, com a marca de 6 minutos e 52.01 segundos do Huracán Performante. Este registo foi tão impressionante que durou até Setembro do ano seguinte, altura em que a Porsche levou o novo 911 GT2 RS ao "The Ring" e baixou este tempo para os 6 minutos e 47.3 segundos.

Esta "volta canhão" do superdesportivo da marca de Estugarda era o ingrediente que faltava nesta "guerra" entre Porsche e Lamborghini e como seria de esperar, foram os italianos a voltar à carga. Este Verão, em Julho, a marca de Sant’Agata Bolognese anunciava que este recorde estava novamente nas suas mãos, graças ao tempo de 6 minutos e 44.97 segundos do Aventador Superveloce Jota.

Tendo em conta esta diferença de andamento entre o "Lambo" Aventador SVJ e o Porsche 911 GT2 RS todos pensaram que a marca da Lamborghini ia durar vários meses, até que esta sexta-feira a Porsche anunciou que o 911 GT2 RS tinha reclamado novamente este título.

Com a ajuda da Manthey-Racing – a Porsche detém 51% desta equipa - a marca de Estugarda modificou o chassis do 911 GT2 RS e conseguiu tirar 7 segundos ao tempo anterior, registando uma marca de 6 minutos e 40.3 segundos (ver vídeo abaixo).

A Porsche garante que não foi feita qualquer alteração ao motor, que continua a ser um bloco 3.8 biturbo de seis cilindros em linha que produz 700 cv de potência, mas confirma modificações no chassis – que não afectam a homologação deste modelo para a estrada – e na afinação aerodinâmica.

O modelo usado para este recorde foi um exemplar do 911 GT2 RS equipado com o "pack" Weissach, que tem uma gaiola de segurança e extintor de série. Contudo, e por questões de segurança, esta unidade contava com uma "bacquet" de competição que não estará disponível para venda ao público.

Esta marca deixa para trás os registos impressionantes do McLaren P1 LM (6:43.2) – modificado pela Lanzante – e do eléctrico Nio EP9 (6:45.9), mas já tem os dias contados. É que há dois modelos que prometem levar este recorde para outro nível: o Mercedes-AMG One e o Aston Martin Valkyrie. Mas até lá, é a Porsche que "reina" no Inferno Verde. É que além deste registo a marca de Zuffenhause também detém o recorde absoluto deste circuito, alcançado com o 919 Hybrid EVO, que deu a volta ao "The Ring" em apenas 5 minutos e 19,55 segundos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Record Auto

BMW IX, cognome o (tão) desejado

A partir de agora, o construtor bávaro volta a ter um modelo 100% elétrico para combater o “inimigo americano” (Tesla) e o “inimigo do costume” (Mercedes, através da sua nova divisão elétrica EQ)

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.