VW T-Cross: SUV mais pequeno da Volkswagen chega em abril a Portugal

Na fase de lançamento o T-Cross estará disponível com dois motores TSI de três cilindros de 95 e 115 cv e com um motor diesel de 95 cv.

A Volkswagen acaba de apresentar o T-Cross, o SUV mais pequeno do seu alinhamento e um familiar directo do SEAT Arona. Fabricado na unidade de produção de Landaben, em Espanha, este T-Cross segue uma linguagem de estilo diferente da do VW Polo e do VW T-Roc, este último feito no nosso país, na Autoeuropa.

Assente na plataforma MQB-A0, a mesma do VW Polo e do SEAT Ibiza, este T-Cross tem 4.110 mm de comprimento, 2.563 mm de distância entre eixos e 1.558 mm de altura. Por comparação com o VW Polo, este SUV é 54 mm mais comprido e 112 mm mais alto.

Esta plataforma permite que o eixo dianteiro seja colocado numa posição bastante avançada, permitindo assim uma distância entre eixos superior e muito espaço útil no habitáculo, que se traduz numa maior comodidade para os ocupantes.

O banco traseiro pode ser ajustado em até 14 cm, sendo que a capacidade da bagageira varia entre os 385 e os 455 litros. Com os bancos rebatidos este número sobe até aos 1.281 litros.

Do ponto de vista visual, o T-Cross destaca-se pela dianteira agressiva, que ajuda a vincar a sua personalidade, por uma linha de ombros elevada e claro, por um desenho exterior que tem na faixa dos grupos ópticos o seu atributo mais marcante.

De série, o T-Cross conta com luzes traseiras LED, ecrã central de 8 polegadas, detector de fadiga, limitador de velocidade, front assist e volante multifunções em plástico.

Quem optar pela versão Advance recebe um volante em couro, auxiliar de estacionamento, jantes de 16 polegadas, compartimento de arrumação por baixo do banco e zona de carga variável na bagageira.

Já a versão Sport acrescenta faróis dianteiros LED, bancos desportivos, iluminação ambiente, selecção de perfil de condutor, retrovisores ajustáveis e rebatidos electronicamente, assistente de marcha atrás, jantes de 17 polegadas, painel de instrumentos digital e "pack" de Luz e visibilidade.

Além destes níveis de equipamento, os clientes podem sempre optar pelo pacote "R", que acrescenta bancos em Carbon Flag, pedais em aço, jantes de 17 polegadas, faróis de nevoeiro com luz de curva, novos pára-choques e a inscrição "R" no exterior e no interior.

De série, este T-Cross vem equipado com o sistema "Front Assist" com detector de peões, sistema de travagem de emergência na cidade, assistente de arranque na subida e detector de fadiga. Contudo, a lista de opcionais conta com o sistema de permanência em faixa, sistema de protecção proactiva dos ocupantes, detector de ângulo morto, assistente de estacionamento e "cruise control" adaptativo.

A chegada ao mercado português está marcada para Abril do próximo ano, sendo que na fase de lançamento o T-Cross estará disponível com dois motores TSI de três cilindros de 95 e 115 cv e com um motor diesel de 95 cv.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Record Auto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.