A angústia da mulher de Paulo Gonçalves: «Coração queimou quando o telefone tocou»

Sofia Gonçalves falou no funeral

• Foto: Nuno Fonseca/Movephoto

O momento mais profundo do funeral, realizado esta sexta-feira, foi quando Sofia, a mulher de Paulo Gonçalves, e os filhos Rúben e Erica, arranjaram forças e coragem para, com a voz embargada, se pronunciarem sobre a tragédia.

"Eram 8 horas e 14 minutos do dia 12 de janeiro quando o telefone tocou e o meu coração queimou. Ainda não tinha atendido e já sabia que estava a viver o pior dia da minha vida. Não queria acreditar e a revolta é maior por não te ter sido dada uma oportunidade de lutares por ti, porque, por mais pequena que ela tivesse sido, irias agarrá-la com todas as forças para estar ao pé de mim. Nunca desistir era o teu lema. Eras uma força da natureza e por isso achava que nada te derrubava. Foram 22 anos juntos e levaram-te de mim quando corrias atrás do sonho que te faltava. O coração está partido em mil pedaços, mas tenho tanto orgulho em ti. És e serás sempre o amor da minha vida. Por isso não te digo adeus meu Pauleta, porque nada separará os nossos quatro corações", disse Sofia Gonçalves.

Milhares no funeral de Paulo Gonçalves: Esposende despediu-se assim de 'Speedy'

Por Pedro Malacó
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Dakar

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.