Carlos Sainz diz ter garantia da organização de que o Rali Dakar se vai realizar

Apesar de as fronteiras da Arábia Saudita estarem fechadas, devido à pandemia

O piloto espanhol Carlos Sainz, atual campeão do Rali Dakar, afirmou hoje que a organização lhe garantiu que a próxima edição da mítica prova todo-o-terreno está garantida, apesar de as fronteiras da Arábia Saudita estarem fechadas, devido à pandemia.

"Tranquilizaram-nos dizendo que o Dakar se vai realizar e garantiram que vão tomar todas as medidas para que consigamos viajar nas datas previstas", afirmou Carlos Sainz, na sede da Mini, em Madrid, marca pela qual vai competir.

Sainz, tricampeão do Dakar e bicampeão mundial de ralis, explicou que ele e o seu co-piloto, Lucas Cruz, vão viajar para a Arábia Saudita em 28 de dezembro, num voo charter fretado pela organização.

O espanhol mostrou-se convicto de que a organização fará "tudo o que for possível para que todos cheguem a tempo", incluindo os pilotos oriundos de zonas com maiores restrições devido à pandemia de covid-19.

No entanto, Carlos Sainz também admitiu a possibilidade de a prova ser adiada: "Todas as medidas são bem-vindas, sempre que sejam para o bem da prova e de todos".

A 43.ª edição do Rali Dakar de todo-o-terreno disputa-se na Arábia Saudita de 02 a 15 de janeiro.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Dakar

Notícias

Notícias Mais Vistas