Dakar'2020: a segunda etapa vista por Miguel Barbosa

Piloto português analisa a segunda jornada da prova

A carregar o vídeo ...
Dakar'2020: a segunda etapa vista por Miguel Barbosa

Já estou de regresso a Portugal depois de ter tido a oportunidade de ver ao vivo o Dakar a instalar-se na Arábia Saudita. Navegação e muitos furos estão a marcar a competição auto o que causou oscilações nas posições dos pilotos ao longo de toda a etapa e acabarem a jornada com grandes diferenças.

No dia de hoje quero destacar o excelente segundo lugar nos SSV de Pedro Bianchi Prata. Ainda entre os portugueses, mas nos automóveis Filipe Palmeiro foi o oitavo em tempo, mas depois sofreu uma penalização. Excelente o 17º lugar dos irmãos Porém. Paulo Fiúza com o Stephane Peterhansel, um dos sérios candidatos à vitória deste Dakar perderam 22 minutos, mas estamos apenas no segundo dia e já percebemos que este Dakar vai ser pautado por muitos incidentes diários e muitas oscilações na classificação.

Na frente De Villiers venceu mesmo depois de ter parado para dar uma roda ao seu companheiro de equipa Ten Brinke que já tinha furado por três vezes e estava sem rodas. Nasser Al-Attiyah também a furar três vezes e Fernando Alonso a bater e a ocupar duas horas e meia na mecânica da sua Toyota.

Nas motas Paulo Gonçalves, António Maio e Sebastian Bühler estão muito bem posicionados enquanto os restantes estão a cumprir antes da difícil etapa em forma de boucle. O roadbook entregue a minutos da partida demonstra que a navegação sem preparação prévia conduz a estas oscilações e ‘anima’ a classificação.

Por Miguel Barbosa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Dakar

Notícias

Notícias Mais Vistas