Etapa duríssima à Dakar

Piloto português analisa mais uma tirada

A carregar o vídeo ...
A visão do piloto português

Hoje disputou-se aquela que foi considerada uma das etapas mais difícil do Rali Dakar, uma especial de Dakar à antiga. Os 456 km de percurso revelaram-se bastante exigentes no que diz respeito ao terreno e à transposição de todos os obstáculos. Quem não cruzou o quilómetro 260 até as 18h00 já não poderia prosseguir e teria de continuar a prova na Dakar Experience. Hoje foi, portanto, um dia chave que os portugueses passaram com distinção. Os pilotos foram unânimes ao referir que há já muito que não viam uma especial tão difícil.

Nas motas, Benavides vence a etapa e fez mais um excelente dia, resultado que lhe permite assumir a liderança da classificação geral, onde os primeiros quatro pilotos estão apenas separados por menos de 4 minutos…. ainda tudo é possível.

Toby Price, um dos principais candidatos à vitória, fez hoje 3º, bem perto dos dois pilotos da Honda.

Bühler registou hoje o 20º tempo e Joaquim Rodrigues termina o dia a ocupar o 22º lugar .

Nos automóveis hoje quem levou a melhor foi o sul africano  De Villiers, que no dia em que brilhou viu o seu companheiro de equipa, o jovem sensação do inicio deste Dakar, Henk Lategan, a capotar ao quilómetro 19. Mais um carro da Toyota oficial a ficar pelo caminho.

Em 2º lugar ficou outro sul africano, Brian Baragwanath, que já tinha registado o 2º melhor tempo e volta agora a repetir o feito na quinta etapa deste Rali Dakar.

Peterhansel conquistou o 3º posto na especial de hoje, a ganhar algum tempo ao Nasser Al-Attiyah, mas apenas 2 ou 3 minutos, o suficiente que lhe permite reforçar a liderança na geral. Boa operação para Peterhansel que ganha tempo a Nasser sem ter de abrir pista. É o que tem acontecido a Nasser, abre pista e depois vê a sua tarefa dificultada.

Também Ricardo Porém fez uma excelente etapa, ao terminar em 18º o dia de hoje e salta assim para o 26º posto da classificação geral. Ricardo Porém avança paulatinamente lugares à geral.

Nos SSV Lopez Contardo, o líder da prova, vence e reforça a sua liderança.

Khalifa Al Attiyah, o irmão mais novo de Nasser Al-Attiyah que liderou parte da especial fica em 2º e Lourenço Rosa, que arrancou para a etapa muito detrás, recupera e faz o 15º posto, uma, boa notícia relativamente à posição de partida para o dia de amanhã.

Amanhã disputa-se a etapa que antecede o dia de descanso, a sexta deste Dakar. As especiais que antecedem o dia de descanso são habitualmente muito duras e exigentes. A comitiva deverá prosseguir rumo a Ha'il, onde tiveram lugar duas Bajas do Campeonato do Mundo disputadas por muitos dos pilotos presentes nesta edição, pelo que será uma zona que se antevê ser mais ou menos conhecida para muitos dos pilotos. A especial conta com 448 km cronometrados e 170 de ligação, num percurso constituído 58% areia e 30% dunas.

Por Miguel Barbosa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Dakar

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.