Os portugueses presentes

A carregar o vídeo ...
Os portugueses no Dakar'2021

Esta será mais uma edição na Arábia Saudita deste terceiro capítulo do Dakar. É de facto memorável o Dakar poder acontecer com diversos pilotos de diversas nacionalidades e dos vários cantos do mundo, num ano marcado por todos os condicionalismos a que a pandemia da covid 19 nos sujeitou.

A prova terá lugar de 3 a 15 de janeiro. Será uma competição que se antevê bastante dura, mas com um percurso novo, o que é bastante interessante para todos os participantes. Vai ser uma prova bastante disputada.

São 15 os portugueses que estarão à partida do Dakar que tem a assinalar uma baixa de peso de última hora: um dos nossos melhores pilotos moto Mário Patrão, fica de fora devido a uma lesão.

Rui Gonçalves estreia-se no Dakar e é piloto oficial da Sherco.

Joaquim Rodrigues é piloto oficial da Hero onde está também Sebastian Bühler que optou por correr com nacionalidade alemã. Sebastian é um dos pilotos mais rápidos que temos oficialmente em Portugal e que de certeza que vai dar muitas alegrias, tal como muitos outros pilotos já nos deram. Referência para Ruben Faria e Helder Rodrigues que me momento assumem funções de gestão na Honda, equipa que conquistou a vitória em 2020.

A participação portuguesa nas motas fica completa Alexandre Azinhais que já disputou o Africa Eco Race.

Ricardo Porém, Campeão Nacional de TT, é o único em auto, e vai também marcar presença em mais um ano. Um forte piloto que de certeza que vai tentar brilhar, tem um bom carro e capacidade para tentar conquistar um lugar no TOP 10.

Entre os navegadores há a assinalar as participações de Jorge Monteiro (que irá acompanhar Ricardo Porém), Paulo Fiúza, tão bem conhecido de todos nós, Filipe Palmeiro e uma contratação de última hora, José Marques, que nos últimos anos tem feito o Africa Eco Race.

Rui Carneiro (vencedor do Road to Dakar) vai disputar o Dakar em SSV na equipa MMP e Lourenço Rosa na South Racing.  São pilotos que tiverem há poucos dias a disputar a Baja Hail, fizeram um excelente resultado e penso que reúnem as condições para surpreender neste seu primeiro Dakar. Terão como navegadores Filipe Serra e Joaquim Dias.

José Martins é o único piloto dos camiões onde estão ainda Nuno Fojo (dando assistência à equipa oficial da Polaris) e Armando Loureiro.

Este é o contingente que entra em prova, mas o Dakar é recheado de muito talento e qualidade portuguesa, não só ao nível de pilotos e navegadores, mas também ao nível de mecânicos e engenheiros, equipas de assistência, como é o caso da Franco Sport, que dá assistência a um SSV espanhol. Muitos e bons motivos para nos mantermos presos a mais uma edição da prova rainha de TT e acompanhar de perto o desenrolar desta mítica competição.

Por Miguel Barbosa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Dakar

Notícias

Notícias Mais Vistas