Record

Paulo Gonçalves: «Não me recordo do que se passou»

Piloto português com traumatismo craniano moderado

Paulo Gonçalves
Paulo Gonçalves
Paulo Gonçalves lamentou que o Dakar'2016 tenha terminado da "pior maneira" face à aparatosa queda sofrida nos quilómetros iniciais da "especial" cronometrada entre La Rioja e San Juan, na Argentina, que fez com que tivesse sido evacuado de helicóptero para um hospital local.

"Ao que parece tive uma queda forte. A verdade é que não me recordo do que se passou. Disseram-me que consegui seguir com a mota até uma zona de público e ambulâncias. É um Dakar que termina da pior maneira, é lamentável para mim e ara a equipa. Merecíamos muito mais. Mas a competição é assim. Algo não estava bem nos últimos dias. Termino da pior maneira mas é preciso seguir em frente e em breve voltaremos a competir."

À chegada ao hospital, Paulo Gonçalves queixava-se de fortes dores de cabeça. Viria a ser-lhe diagnosticado um traumatismo craniano moderado.
Por Sandra Lucas Simões
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Dakar'2016

Notícias

Notícias Mais Vistas

M