Record

Exaustão e problemas físicos obrigam Joan Barreda a abandonar

Mais um favorito a cair na mais difícil prova do Mundo

• Foto: Reuters
O motard espanhol Joan Barreda (Honda) abandonou esta quarta-feira o 40.º Rali Dakar, durante a 11.ª etapa, devido a exaustão e problemas físicos relacionados com lesões contraídas durante a prova de todo o terreno, na qual era segundo.

O piloto espanhol vinha a debater-se, nos últimos quatro dias, com uma lesão no joelho esquerdo e outra no pulso esquerdo, depois de uma queda na sétima etapa, e hoje retirou-se a meio da tirada entre Belén e Chilecito, de 485 quilómetros, 280 deles cronometrados.

Barreda, que seguia no segundo posto a 39 minutos do líder, o austríaco Matthias Walkner (KTM), dirigiu-se a um ponto médico em Fiambalá, perto da chegada, antes de abandonar a prova.

A etapa desta quarta e a de quinta-feira é de maratona, o que significa que pilotos e motos não poderão receber assistência, médica ou mecânica, até ao final da etapa de quinta-feira, de 723 quilómetros.

Barreda corria este ano o oitavo Dakar da carreira, que chegou a liderar, tendo como melhor resultado o quinto lugar de 2017.

Na presente edição, o espanhol tinha vencido as etapas 2, 5 e 7, o maior número de vitórias registadas até ao momento, quando faltam quatro dias para o final.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Dakar'2018

Notícias

Notícias Mais Vistas

M