Laia Sanz recupera da doença de Lyme após infeção bacteriana provocada por carraças

Piloto da Gas Gas diz-se "cansada", mas presença no Dakar não deverá estar em causa

• Foto: Action Images

Laia Sanz revelou estar a recuperar da doença de Lyme, uma infeção bacteriana transmitida por carraças e que pode atacar o sistema nervoso. Em vídeo partilhado nas redes sociais, a piloto da Gas Gas revelou que os últimos meses têm sido "os mais difíceis" da sua vida, mas que mesmo assim não estará ausente do Dakar 2021.

"No começo, não sabia o que era. Depois do confinamento comecei a ter muitas dores de cabeça e enxaquecas, algo que eu não costumo ter, e os nódulos no meu pescoço estavam muito inchados. Fiz uma Tomografia Computorizada (TAC) mas estava tudo bem na minha cabeça... mas a dor era tão forte que não era normal", disse, em entrevista à 'Marca', antes de revelar como os médicos chegaram à doença.

"Fiz uma excursão médica para ver se algum deles encontrava o que estava de errado comigo, mas foi um neurologista que viu uma ferida na minha perna e depois eu lembrei-me que tínhamos uma praga de carraças no jardim. Foi quando eles começaram a olhar de forma mais específica para isso", afirmou.

"Estou a tomar antibióticos há um mês, com tratamentos distintos mas estou a sentir-me muito melhor, apesar de me sentir muito cansada", concluiu.




Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Todo-o-Terreno

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.