Mundiais de piscina curta: Katinka Hosszu e Chad Le Clos reforçam domínio

Maiores figuras da competição que terminou este domingo

• Foto: EPA

A húngara Katinka Hosszu e o sul-africano Chad Le Clos reforçaram na madruga deste domingo o estatuto de maiores figuras dos Mundiais de natação em piscina curta, que terminam em Windsor, no Canadá.

Hosszu, tricampeã olímpica nos Jogos Rio'2016, subiu pela sexta vez ao lugar mais alto do pódio (num total de oito medalhas), depois de vencer a final dos 200 metros estilos.

Na segunda final que disputou no penúltimo dia de provas, dos 50 metros costas, a 'dama de ferro' teve de contentar-se com a medalha de prata, numa prova que foi ganha pela brasileira Etiene Medeiros, que revalidou o título conquistado há dois anos.

Com as oito subidas ao pódio em Windsor, Hosszu igualou o número de medalhas que conquistou em 2014, em Doha, embora, na altura, a húngara só tenha conquistado quatro ouros.

Em masculinos, Le Clos, que já se tinha sagrado campeão mundial dos 100 e 200 metros mariposa, fez a 'tripla' na especialidade, com a medalha de ouro dos 50 metros.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Natação

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.