Phelps coloca-se a par do ídolo Jordan: «Todos diziam que eu era um imbecil»

Astro da natação tratava colegas de forma tão cruel como a estrela maior da NBA fazia nos Bulls

• Foto: USA Today Sport

Depois de ver o documentário ‘The Last Dance’ - em português ‘A última dança’ - sobre Michael Jordan desde a década de 80 e as vitórias dos Chicago Bulls nos anos 90, Michael Phelps assumiu que tinha um comportamento semelhante ao ídolo basquetebolista no que respeita ao tratamento impiedoso que dava aos colegas de equipa.

"Para dizer sem rodeios, todos diziam que eu era um imbecil", afirmou o astro da natação, recordista de medalhas olímpicas (28, das quais 23 são de ouro), em declarações à Yahoo Sports, assumindo, ainda, que essas palavras correspondiam à realidade: "Comentaria o mesmo sobre mim próprio".

"Era um imbecil quando estava a treinar, porque queria ajudar todos e assegurar que tinham todos as mesmas possibilidade que eu de ganhar", acrescentou Phelps.

No documentário produzido pela Netflix, cujos dois últimos episódios foram disponibilizados na passada segunda-feira, é possível perceber que Jordan era exigente e, também, cruel com os colegas de equipa. O objetivo era incutir uma mentalidade de superação e alcançou o objetivo do início da carreira, de tornar os Bulls numa franquia histórica, ao nível dos Boston Celtics ou LA Lakers.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Natação

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0