Ex-jogador da NFL sai da prisão 19 anos depois de mandar matar a namorada grávida

Rae Carruth em liberdade

• Foto: Getty Images

Rae Carruth, antigo jogador da NFL (liga de futebol americano dos Estados Unidos), foi esta segunda-feira libertado da prisão ao fim de 19 anos. O homem, de 44 anos, tinha sido detido em 1999 por contratar um homem para matar a sua própria namorada, Cherica Adams, que estava grávida. Carruth saiu da prisão esta segunda-feira de manhã sem falar aos mais de 20 jornalistas que estavam presentes no local.

Carruth foi condenado em 2001 depois do ataque - um tiroteio numa rua - do qual resultou a morte da namorada. O bebé foi salvo, mas nasceu prematuro, ficando com paralisia cerebral.

O ex-jogador foi condenado por conspirar o homicídio, sendo condenado a uma pena de 19 anos de prisão. O advogado do antigo jogador, Gordon Widenhouse, acredita que Rae vai voltar a integrar-se na sociedade.

"Acho que o Rae se vai integrar muito facilmente. Ele é inteligente. Acho que vai encontrar forma de se voltar a integrar na sociedade", disse.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de NFL

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.