Jogador da NFL vítima de assédio sexual por mulher "sob efeito de drogas" em pleno voo

A identidade do atleta permanece desconhecida, mas a companhia área, a United Airlines, não se livra de um processo

• Foto: USA Today Sports

A imprensa inglesa deu conta, na quarta-feira, de um jogador - não identificado - da NFL que foi vítima de um assédio sexual por parte de uma mulher, que alegadamente estava "sob efeito de drogas", em pleno voo, que fazia a ligação entre Los Angeles e Newark.

De acordo com o 'The Guardian', um afro-americano decidiu processar a companhia área United Airlines, responsável pelo voo, por incumprimento no "dever de ajudar e proteger os passageiros".

O processo, ao qual o jornal inglês teve acesso, acrescenta que após o jogador apresentar queixa às assistentes de bordo, que a mulher "intensificou" os atos de cariz sexual, tendo mesmo passado a sua mão "dentro das calças do atleta, muito perto dos genitais".

"Receoso devido ao estigma de ser um jovem afro-americano, o atleta pediu calmamente para que a agressora parasse com a sua abordagem e para que tirasse a sua mão", pode ler-se ainda.

O advogado do atleta pede agora justiça. "O objetivo é mostrar como o assédio pode ser feito aos homens e não apenas às mulheres. Assédio é assédio, independentemente de géneros, raças ou atributos físicos", atirou.

Confrontada pelo 'The Guardian', a United Airlines não teceu quaisquer comentários.

Por Sérgio Magalhães
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NFL

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0