Record

Philadelphia Eagles conquistam Super Bowl histórico

Nick Foles foi o MVP frente aos New England Patriots num jogo que bateu recordes

De cortar a respiração! Os Philadelphia Eagles conquistaram o primeiro Super Bowl da sua história, ao baterem nos New England Patriots (41-33) num autêntico festival ofensivo. A 52.ª edição da finalíssima da NFL fica na história como uma das mais espectaculares de sempre e coroou o conto de fadas dos Eagles, que perderam o seu quarterback titular no final da época regular (Carson Wentz), mas viram o suplente Nick Foles virar herói como MVP do Super Bowl.

Num jogo de parada e resposta sempre pautado pelo equilíbrio e incerteza, os Eagles viram-se a perder por 33-32, a primeira desvantagem que tiveram no encontro. Com a pressão a queimar, Foles liderou um ataque rumo ao touchdown a 2.25 minutos do final, quando lançou o seu terceiro passe para TD, na altura para Zach Ertz. Aí, a equipa de Philadelphia voltou a virar o jogo e ficou a vencer por 38-33, mas Tom Brady, que estava à procura do sexto título da carreira e de ser o mais velho a conquistar um Super Bowl, tinha muito tempo para conseguir a reviravolta. No entanto, a defesa dos Eagles finalmente apareceu e um 'roubo' de Brandon Graham a Brady travou os Pats. Foi o primeiro e único sack do encontro.

Jake Elliott aumentou a vantagem para 41-33 com um field goal a 1.10 minutos do fim e Philadelphia completou a festa no último segundo, ao afastar um passe de Brady que ia para a endzone. Estava confirmado o título num massacre dos ataques. É que este foi o jogo da NFL com mais jardas ganhas de sempre (1.151 entre as duas equipas), enquanto foi o segundo Super Bowl com mais pontos (apenas atrás do 49-26 entre San Francisco 49ers e San Diego Chargers em 1005).

Tom Brady bem fez pela vida, com 505 jardas - mais um recorde - e três touchdowns, mesmo a perder Brandin Cooks, o seu melhor receiver, para uma lesão no primeiro período. Mas o craque de 40 anos caiu aos pés de Nick Foles, um mal-amado agora no topo do Mundo. Foles foi o MVP, com 373 jardas, três touchdowns, uma interceção e ainda um touchdown recebido numa jogada tirada da cartola. Rebenta a festa em Philadelphia, que pode, por fim, festejar um Super Bowl.
Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de NFL

Notícias

Notícias Mais Vistas

M