Record

Super Bowl deverá gerar mais de 335,5 milhões em publicidade

Estimativa do impacto mediático da edição de 2017 nas redes sociais e no mercado publicitário

• Foto: USA TODAY Sports
A edição de 2018 do Super Bowl, final do campeonato de futebol americano, deverá gerar 418 milhões de dólares (cerca de 335,5 milhões de euros) em receitas de publicidade e será seguida por 190 milhões de pessoas, estimou este sábado uma multinacional espanhola especializada em redes sociais.

A empresa, uma das principais a nível mundial no setor, analisou o impacto mediático da edição de 2017 nas redes sociais e no mercado publicitário. Com base nesses dados e na evolução dos mercados, estima que a final deste ano seja uma das que maiores receitas deverá gerar na história da competição.

Segundo a agência EFE, que teve acesso ao relatório da Adglow, a empresa estima que o jogo de domingo gerará cerca de 335,5 milhões de euros de receitas, devendo ser seguido por 190 milhões de espectadores e internautas.

Durante a edição de 2017, a competição foi seguida no Facebook por 64 milhões de pessoas e provocou mais de 46 milhões de comentários no Instagram. No Twitter houve 27 mihões de tuítes com o hashtag Super Bowl.

A cadeia de televisão NBC, que irá transmitir a edição deste ano entre os New England Patriots, detentores do título, e os Philadelphia Eagles, irá cobrar cinco milhões de dólares pela exibição de anúncios com trinta segundos de duração. O preço elevado é justificado por um estudo da Gallup que refere que 33 por cento das pessoas que seguem a partida pela televisão estão mais interessadas na publicidade do que no jogo.

O jogo será transmitido em direto para 130 países, sendo narrado em 25 idiomas diferentes. Em Portugal, a transmissão é um exclusivo da Sport TV a partir das 20 horas de domingo.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de NFL

Notícias

Notícias Mais Vistas

M