Record

Cocktail de drogas vitimou Umaga

NOVOS DADOS SOBRE A MORTE DO GIGANTES SAMOANO

Nova luz sobre a morte do gigante Umaga, estrela dos ringues de 36 anos, que morreu em dezembro, chocando a comunidade mundial de wrestling. O lutador, que 6 meses antes de falecer foi despedido da WWE por se recusar a ingressar numa desintoxicação e consequente centro de reabilitação, foi examinado e os resultados foram finalmente conhecidos - Umaga morreu devido a um cocktail letal de várias substâncias proibidas.

"A causa da morte do Umaga foi a combinação dos efeitos de hydrocodone, carisoprodol e diazepam", revelou Irvin Muchnick no seu site oficial na Internet.

Este verdadeiro crítico da World Wrestling Entertainment e de todas as situações em que a organização norte-americana coloca os seus lutadores foi mais longe quando abordou o tema: "Podem dar as voltas que quiserem, mas Umaga é apenas mais um lutador que poderia ainda estar vivo se não existisse uma verdadeira ditadura por parte de quem lidera os destinos da World Wrestling Entertainment."

Lamento

Recorde-se que nos últimos anos foram muitos os craques dos ringues a soçobrar devido à ingestão exagerada de substâncias proibidas, aparecendo os esteroides e os analgésicos como o principal foco de preocupação.

Ninguém esquece o óbito de Chris Benoit, entre muitos outros, que deixaram o Corredor da Fama da WWE mais pobre e que, acima de tudo, deixaram um péssimo exemplo para todas as crianças que diariamente sonham em ser como as suas estrelas favoritas.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Wrestling

Notícias

Notícias Mais Vistas

M