Martim Aguiar: «Todos os jogadores disponíveis são opção»

Novo selecionador acaba com alegadas divergências com lusodescendentes

"Todos os jogadores que estiverem disponíveis para representar a Seleção são opção." Foi assim que Martim Aguiar colocou ontem um ponto final nas alegadas divergências entre a federação e os lusodescendentes que alinham em França, garantindo que a disponibilidade dos atletas não depende apenas do local de nascimento: "Também entre os jogadores que estão em Portugal, uns têm mais disponibilidade que outros. Vamos falar com todos e os que tiverem qualidade e disponibilidade serão chamados", reafirmou o novo selecionador nacional, durante a sua apresentação oficial.

De resto, o ex-técnico do Direito acredita que "essa mescla de jogadores de Portugal e do estrangeiro vai ser a base do sucesso" da Seleção. "Os de cá têm a vantagem de poder trabalhar mais tempo juntos; os de lá têm a vantagem de competir a um nível mais elevado", explicou o bicampeão nacional, que até já se envolveu na primeira ‘operação de charme’ junto dos lusodescendentes: esteve no fim de semana em França, a assistir a vários jogos e a aferir a disponibilidade dos jogadores. "Queríamos perceber se estão realmente interessados. Sabemos que os clubes, por vezes, dizem-nos uma coisa e depois fazem outra e tudo tem de ser gerido ‘com pinças’. Cada caso é um caso", justificou.

Por Sérgio Lopes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Râguebi

Notícias

Notícias Mais Vistas