Bruno Grandela e Inês Martins são os novos campeões nacionais de longboard

Etapa única disputou-se em São Pedro do Estoril

• Foto: DR

Bruno Grandela sagrou-se este domingo campeão nacional de Longboard, enquanto Inês Martins venceu a competição feminina. Já na prova júnior António Dantas conquistou o título nacional sub-18, numa prova realizada nas ondas de São Pedro do Estoril.

Apesar de não estar dedicado à competição a 100 por cento, Grandela aproveitou da melhor forma este regresso à competição e a sua experiência para superar a nova geração do surf nacional, onde se incluem os irmãos João e António Dantas, 2.º e 3.º classificados na final, respetivamente, além de João Gama, que terminou no 4.º posto. 

"Esperava ondas maiores", começou por dizer Bruno Grandela, surfista do Peniche Surfing Clube (PPSC), acrescentando: "Era dos atletas mais pesados da prova e pensei que fosse prejudicado. Dadas as condições chegámos a comentar com os outros competidores que estaria tudo um pouco ‘totoloto’, mas felizmente acabei por ganhar. Faz parte porque sou um surfista muito competitivo e só entro em provas para ganhar", frisou.

As contingências da pandemia de COVID-19 obrigaram a organização, a cabo da Federação Portuguesa de Surf e Surfing Clube de Portugal, a decidir os campeões nacionais numa prova única, ao invés do habitual circuito nacional.

Grandela, que defendeu com sucesso o título conquistado no ano passado e que já tinha sido campeão nacional em 2013, fez questão de dar os parabéns à organização: "Tem de se elogiar o trabalho da Federação Portuguesa de Surf e do Surfing Clube de Portugal do João Ferreira, que conseguiram fazer um campeonato nacional neste ano de pandemia."

Na competição feminina, Inês Martins (CSF) superou Inês de Castro (SCP) e Elisa Dibiasi (SCP), segunda e terceira classificada, respetivamente, para conquistar o primeiro título nacional da carreira, sucedendo a Raquel Bento como campeã nacional.

Já na prova júnior foi o surfista local António Dantas (SCP) a juntar o título nacional ao 3.º posto alcançado na prova principal, vencendo Kiko Mittermayer (SCP), Filipe Ferreira (ASCC) e Rodrigo Reis (SCP). Dantas sucedeu ao açoriano Nicolau Filipe como campeão nacional sub-18, repetindo um título que já tinha conseguido em 2018 e 2017.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias