Campeão mundial preferiu refugiar-se do coronavírus no Havai

Italo Ferreira tem surfado pelo North Shore, embora o coronavírus também já lá tenha chegado

O campeão mundial de surf em título Italo Ferreira encontrava-se nos Estados Unidos, em escala, quando o mundo começou a "desabar" perante a ameaça do coronavírus. O surfista brasileiro estava a caminho a Austrália, onde no fim do mês ia iniciar a defesa do título, e viu-se obrigado a mudar de rota, depois de a WSL cancelar a primeira etapa do ano. Só que em vez de regressar ao Brasil, Italo decidiu refugiar-se no Havai.

Depois de recentemente ter recebido o surfista havaiano Jamie O’Brien em sua casa, na Baía Formosa, Italo foi agora visitar o seu amigo, instalando-se em pleno North Shore, a meca do surf mundial e onde conquistou o título mundial no ano passado, durante a etapa de Pipeline. Italo tem desfrutado das ondas locais, embora o vírus também já lá tenha chegado.

A verdade é que nos últimos dias o Havai também tem ficado em alerta com esta ameaça. Para já, as primeiras medidas passam por exigir quarentena a todos os visitantes que chegam às ilhas. Isto numa altura em que já existem algumas dezenas de casos – o primeiro foi confirmado na terça-feira e até o senador havaiano já acusou positivo.

Com o avançar da situação, as medidas das autoridades havaianas deverão apertar. Ou seja, futuramente, é possível que a prática de surf não seja permitida. Algo que deverá ser difícil de compreender para os locais, ou não fosse este o desporto número um no Havai, que, por sua vez, é considerado o berço do surf mundial. E Italo o corre o risco de ficar retido no "paraíso", mas numa situação "infernal". 

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.