Franceses conquistam europeu de longboard em Espinho

Edouard Delpero e Alice Lemoigne confirmaram favoritismo e venceram troféu pela quarta e sexta vez, respetivamente

• Foto: DR

Terminou com festa francesa uma semana de muito surf e boas ondas em Espinho, depois de os franceses Edouard Delpero e Alice Lemoigne se terem sagrado, este domingo, campeões europeus de longboard da WSL, confirmando o favoritismo com que partiam no evento nortenho. João Dantas, no 5.º posto, foi o melhor representante na prova masculina, enquanto Raquel Bento conseguiu a mesma posição na prova feminina.

Depois de um sábado dedicado às rondas inaugurais, em que os portugueses acabaram por ficar logo arredados do dia final e de todas as decisões, este domingo foi dia de encontrar os campeões da etapa e, consequentemente, campeões europeus, uma vez que, devido à pandemia da Covid-19 e ao contrário do que é normal, os títulos decidiram-se num evento único.    

Na prova masculina, Delpero foi o grande destaque ao longo do evento, mas nas meias-finais, que se realizaram ao início da tarde deste domingo, teve de ultrapassar o norte-americano Tony Silvagni, que apesar de não concorrer ao título europeu, poderia complicar as contas de Delpero. No entanto, o talentoso surfista francês acabou por vencer o duelo, com 15,94 pontos, contra 13,16.

Depois disso, na final Delpero encontrou o compatriota Benoit Carpentier, acabando por vencer facilmente e com direito a combinação. Delpero somou 16,67 pontos, com duas ondas na casa da excelência (8,67 e 8) e ainda descartou duas ondas na casa dos 7 pontos, o que diz bem do seu domínio perante Carpentier, que se ficou pelos 9,30 pontos.

Na prova feminina houve um equilíbrio maior, numa final igualmente dominada pelos franceses. Alice Lemoigne chegou ao heat decisivo depois de vencer a espanhola Carlota Jauregi nas meias-finais, enquanto Zoe Gaspiron fez o mesmo frente à italiana Francesca Rubegni. Na grande decisão Lemoigne venceu por apenas 1,30 pontos, com um score de 8,67 contra 7,37 da adversária.

Edouard Delpero chegou assim ao seu quarto título europeu, depois de ter vencido pela terceira vez em Espinho – foi a terceira vez que ali competiu. Já Alice Lemoigne beneficiou do triunfo na reedição da final do ano passado em Espinho para vencer o sexto título europeu da carreira.

Em relação aos portugueses João Dantas foi o único a conseguir chegar aos quartos-de-final, onde foi derrotado precisamente pelo campeão, ainda no sábado. O surfista da Linha deu boa réplica frente ao experiente francês, tendo perdido com 8,83 pontos contra 14,50. Raquel Bento, por sua vez, perdeu nos quartos-de-final, fase para a qual entrou diretamente, frente à espanhola Carlota Jauregi.

Em relação aos restantes portugueses Sebastião Maia, Bruno Grandela e Nicolau Filipe perderam na ronda inaugural, enquanto Diogo Gonçalves, António Dantas e Luís Cruz ficaram pela 2.ª ronda.

Por João Vasco Nunes
2
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.