Frederico Morais a fazer contas após eliminação precoce em Sunset

Português ainda está na luta por vencer o WQS e também a Triple Crown havaiana

• Foto: DR

Não correu da melhor forma a estreia de Frederico Morais no QS10000 de Sunset Beach, no Havai. Depois de ter vencido de forma histórica em Haleiwa, Kikas acabou derrotado na ronda 3 em Sunset, por apenas 0,07 pontos, deixando assim em cheque os feitos que ainda pode alcançar neste final de temporada. Desde logo, a Triple Crown havaiana, onde o português está agora dependente do desempenho de terceiros e também da performance que fizer em Pipeline, na última etapa do ano do WCT.

No entanto, o surfista português também beneficiou de várias eliminações entre os lugares cimeiros do ranking, o que faz com que existam cada vez menos adversários na luta pelo topo do ranking WQS. A eliminação precoce faz com que Kikas não melhore os 26400 pontos. No entanto, já só três surfistas podem aspirar a bater esse registo, depois dos brasileiros Yago Dora, Alex Ribeiro, Miguel Pupo e Deivid Silva também terem sido eliminados este domingo.

Agora, o grande rival de Kikas nesta luta é o brasileiro Jadson Andre, atual segundo classificado do ranking, com 23800 pontos. Jadson, que faz parte da elite mundial, só precisa de chegar às meias-finais em Sunset, ou seja, avançar mais duas rondas, para superar o registo de Frederico. Já o sul-africano Matthew McGillivray precisa de ser 2.º para passar o português, enquanto ao australiano Connor O’Leary precisa de vencer o campeonato.

Mais complicadas são as contas da Triple Crown, que incluem o resultado das três provas havaianas do final da temporada. De todos os surfistas que estiveram na final em Haleiwa, apenas Kikas e Leo Fioravanti já ficaram pelo caminho. Ethan Ewing e Matthew McGillivray continuam em prova e podem superar o português neste ranking, embora não devam marcar presença, depois, em Pipeline.

As maiores ameaças a Frederico Morais neste capítulo são, assim, os surfistas do WCT que fizeram um resultado intermédio em Haleiwa e que seguem em prova em Sunset, além de já terem garantida a presença em Pipe. É o caso de Michel Bourez, um dos responsáveis pela eliminação de Kikas, que em Haleiwa tinha chegado às meias-finais, mas também de Wade Carmichael e, sobretudo, Kelly Slater, que também fez meias-finais em Haleiwa, que começou muito forte em Sunset e que é um dos mais especialistas da história em Pipeline.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.