Frederico Morais com estreia amarga nas Challenge Series

Português foi eliminado na 2.ª ronda da prova de Sydney

• Foto: Luís Manuel Neves

Não correu da melhor forma a estreia de Frederico Morais nas novas Challenge Series do WQS, depois do surfista português ter sido eliminado esta madrugada de terça-feira na 2.ª ronda do Sydney Surf Pro, prova que oferece 10 mil pontos ao vencedor e que tem estatuto máximo. Vasco Ribeiro é agora o único resistente da armada lusa na prova australiana.

A competir no heat 17, onde procurava juntar-se ao compatriota na ronda 3, para a qual Vasco tinha conseguido passaporte na véspera, Kikas não conseguiu somar mais que 10,10 pontos numa bateria dominada por surfistas australianos. O triunfo sorriu a Jackson Baker (13,73), com Jordan Lawler (13,33) a também seguir em frente. O havaiano Cody Young (10,93) também superou a prestação de Kikas, mas foi eliminado tal como o português.

Mas a derrota de Frederico na estreia não foi a única surpresa do dia, uma vez que mais surfistas do WCT acabaram por ser eliminados esta terça-feira. Os australianos Connor O’Leary, Owen Wright e Julian Wilson, que vinha de um triunfo no QS5000 de Newcastle, também já ficaram pelo caminho, num dia em que foram os aéreos a dominar.

Agora, a esperança portuguesa em Sydney fica entregue a Vasco Ribeiro, que esta quarta-feira deverá entrar novamente em ação, desta vez no heat 2 da 3.ª ronda, onde irá medir forças com os brasileiros Adriano de Souza, campeão mundial de 2015, e Willian Cardoso e ainda com o uruguaio Marco Giorgi. Vasco está a dois heats de chegar aos oitavos-de-final.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.