Frederico Morais: «Uma vitória é uma vitória, mas estava muito difícil»

Cascalense enfrentou condições complicadas

• Foto: Lusa

Frederico Morais reconheceu este domingo o triunfo sofrível frente ao norte-americano Nat Young, na repescagem da etapa de Peniche do circuito mundial, realçando a importância de chegar à terceira ronda.

"As condições estão muito difíceis, não encontrei ondas nenhumas e parece que o meu adversário também não. Foi um heat bem lento, com poucas ondas e pontuações baixas, mas é uma vitória e vou para a próxima ronda", disse o surfista natural de Cascais, 13.º do ranking, após vencer o 29.º do circuito, e finalista da prova portuguesa em 2013.

"Há muitos 'heats' deste género. Nós dependemos do mar e quando o mar não quer ajudar não ajuda mesmo, não podemos fazer nada. Mas passei à próxima ronda e isso foi o mais importante", referiu.

O período de espera do Meo Rip Curl Pro Portugal, da 10.ª e penúltima etapa do circuito mundial, decorre até 31 de outubro.

Por José Morgado
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias